Comece agora com 10 dias grátis!

Assinar

Gestão e Conflito de Gerações: 4 dicas para não errar

31 de Julho de 2018

De que maneira sua empresa vê as diferentes gerações que existem dentro dela? Tão atual quanto nunca, falar sobre gestão e gerações é um assunto mais que obrigatório para quem lida com pessoas. Se levarmos em consideração que cada vez mais existe um choque de idades nas companhias, o assunto se torna ainda mais complicado.

Em um mesmo ambiente é possível ter colaboradores da geração X, que estão na empresa desde sempre, e os Millenials, com alguns anos de empresa e uma vasta experiência com profissões mais novas. Ah, e ainda tem a turma dos estagiários, que pertence a uma classe ainda mais nova de profissionais.

Diante disso tudo é desafiante pensar em uma gestão única num ambiente tão eclético. Às vezes, os conflitos de gerações são inevitáveis. Então, quais as principais dicas de gestão para não perder o controle dos colaboradores?

É sobre isso que vamos tratar neste artigo! Continue com a gente e boa leitura.

4 dicas de gestão para lidar com diferentes gerações

1 – Ofereça um propósito comum

Não é de hoje que as gerações mais velhas enxergam grandes diferenças entre as que chegam ao mercado de trabalho. Para ajudar a quebrar paradigmas, uma boa dica de gestão é fazer com que as equipes tenham um propósito em comum. 

José Cláudio Securato, diretor presidente da Saint Paul, explica que ao fazer com que os colaboradores resolvam problemas juntos, a empresa tem um grande ganho:

“É algo muito interessante quando a organização incentiva as pessoas para trabalharem juntas. Isso interfere diretamente na ‘quebra dos muros’ e apresenta resultados surpreendentes”, comenta.

Outra dica de gestão é desenvolver na empresa uma cultura de orientação, na qual colaboradores com mais tempo de casa auxiliam os que chegam. Um exemplo disso vem da Sodexo. A empresa implantou um programa de orientação, no qual três colaboradores experientes auxiliam os recém-chegados.

2 – Promova a comunicação horizontal

A comunicação é fundamental no processo de gestão, especialmente quando falamos no conflito de gerações. Os mais jovens, principalmente, esperam que ela aconteça em tempo real, bidirecional e seguida de ações imediatas.

Neste ponto, Securato lembra que para os Millennials o modelo de vários níveis de liderança e gestão, em que é preciso reportar para cada um deles, já não se sustenta mais. Com essa hierarquização, é provável que haja um buraco de comunicação muito forte na companhia.

As empresas de tecnologia surgem como um bom exemplo de interlocução nessa relação entre gestão e gerações. A HubSpot, por exemplo, faz uma pesquisa com seus colaboradores a cada 90 dias, principalmente com os Millennials. Além disso, usam pesquisas anônimas sobre assuntos específicos para engajar comentários e, com isso, encontrar soluções de melhoria contínua.

3 - Crie ambientes favoráveis

A geração X não se importa muito com paredes e maçanetas. Porém, isso incomoda bastante as novas gerações. É por isso que o ambiente de trabalho merece certa atenção por parte dos gestores.

Na Saint Paul, por exemplo, todos os profissionais trabalham num mesmo espaço, sem portas ou divisórias. Isso inclui até mesmo a sala da diretoria.

“Pensamos em oferecer um espaço em que nossos colaboradores possam conviver mais, trabalhando em conjunto e de forma colaborativa para resolver problemas. A ideia de diminuição de muros passa por uma questão física, você pode ajudar com uma estrutura que seja mais latente para isso, evitando a hierarquização da companhia”.

4 – Conheça seus colaboradores

Uma empresa que não conhece seus colaboradores dificilmente vai acertar em campanhas para reduzir o conflito de gerações. Por isso, a última dica de gestão é investir em pesquisas para entendê-los melhor, principalmente os mais jovens.

O uso de dados é uma excelente alternativa para isso. Um bom exemplo é da P&G, que implantou sua experiência em marketing de consumo para aprender mais sobre seus colaboradores. Com isso, eles conseguem gerar ideias para ajudar gerentes a mudar suas próprias mentalidades e adaptar a abordagem de gerenciamento.

A gente sabe que não é fácil lidar com todo esse mix de idades e aprendizado. Independente dos meios que sua empresa usa para fazer a gestão é crucial incentivar o diálogo entre as gerações.

Outro ponto importante é que gestores que escutam e têm coragem para abrir novos caminhos podem construir um legado duradouro, servindo às gerações futuras.

Gostou das dicas de gestão para reduzir o conflito de gerações na sua empresa? Confira no blog da Saint Paul outros temas importantes para auxiliá-lo na administração de seus colaboradores.

New call-to-action

  • compartilhe